Menu fechado

Por Lucas de Angelis Côrtes

Oxigenioterapia na Unidade de Terapia Intensiva: cuidados em seu uso

Ministrada de forma correta, a oxigenioterapia auxilia na recuperação do paciente grave

Oxigenioterapia: potencial de aumentar a sobrevida do paciente - Foto aquivo pessoal

A oxigenioterapia na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) comumente faz parte do protocolo médico-veterinário, e, quando empregada adequadamente, tem potencial de aumentar a sobrevida do paciente. Contudo, como todo medicamento, existem indicações claras para seu uso e o método adequado de entrega. Doses e monitorização inadequada podem causar efeitos adversos.

Seja bem-vindo(a) leitor(a)!
Ainda não é assinante?

Assine agora e tenha acesso ilimitado a todas as materias de todas as edições da revista Medicina Veterinária em Foco!

Assinar